Eu sou assim.

Minha foto
Nativo do "Camorão" a 57 anos, bem casado com Maria Odete a 34, três maravilhosos filhos, Matheus Vinicius, Marilia Julieta e Mathias Augusto, netos Maria Alice e Eduardo Augusto. Adoro ouvir rádio, sou movido a musica, leitura e informação e claro, movido pelo amor que tenho pela minha família.

Pensamentos e Ensinamentos.




"Se soubéssemos quantas e quantas vezes as nossas palavras são mal interpretadas, haveria muito mais silêncio neste mundo".


(Oscar Wilde - dramaturgo e poeta irlandes 1854 -1900)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Cassação ou cassa a ação!

E agora José?
É agora José!
A hora da onça beber agua de canudinho.
Caç(ss)ar ou ser caç(ss)ado?
Eis a questão.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Todo mundo pode e deve ser feliz

Ninguém merece sofrer. Todo mundo tem que ser feliz. Mas como a gente sofre pra ser feliz!
Vive-se na pressão, opressão e muitos em depressão. Novos desafios diarios, como ladrões, nos assaltam e nos transformam em zumbis vagueando pelas metas a serem cumpridas. Mas é a vida, e vida é trabalho.
É a nossa vida que esta em jogo, dependemos desse jogo para sobreviver.
Se não tivéssemos desafios, teríamos somente um punhado de sal pra lamber no final do mês.
Queremos mais e muitas vezes mais, o ter é o que importa. E na busca pelo ter esquece-se do ser!
Podemos ser feliz sem sofrer? Sim nós podemos! É fácil, muito fácil. É só aceitar os desafios, lutar com determinação e coragem, aprender a fazer do seu tempo, tempo pra amar, curtir a vida, usufruir das coisas conquistadas.
E não, só viver pro trabalho, mas sim viver do trabalho. De que adianta amealhar uma fortuna, transformar cada gota de suor em centavos de lucro e não usufruir disso, ou pior, usufruir com culpa. Não podemos comer o pão que o diabo amassou e perder da vida o que ela tem de melhor.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Zilda Arns, uma grande mulher!

Morreu em missão no Haiti a Doutora Zilda Arns. O mundo perde a maior protetora de todas as crianças deste planeta. Perdemos aqui na terra, mas ganhamos um Anjo protetor para sempre junto ao Senhor. Descanse em paz com a certeza de que cumpriu o seu papel com dignidade e principalmente respeito e amor ao próximo.

Big Brother Brasil, ame ou odeie!

A despeito daqueles que abominam a idéia, acham-na estapafúrdia, idiota e vil, começou o BBB 10. Dez anos no ar, e a cada ano que passou, fez mais sucesso, isso é inegável, basta ver o numero de pessoas que desejam participar desse confinamento, o aumento dos valores da premiação e patrocínios.
E para espanto de muitos que defendem o desserviço que o BBB presta à cultura e a educação, é cada vez maior o numero de pessoas que são escolhidas para participar, e que se inscrevem. Na seleção são escolhidos a dedo entre médicos advogados, professores etc. Penso que o objetivo dos organizadores é melhorar o nível de discussão acerca da relação interpessoal, sexo e comportamento objetivando atrair público de todas as classes. Outra novidade neste ano é a participação aberta de gays assumidos, não que nunca houve a participação deles, mas eram participações leves, sem escândalos. Com essas participações escancaradas, a direção traz para o confinamento, a causa dos discriminados gays e lésbicas levantando e levando a discussão para os lares e cidades que representam. Tem cidadão de Londrina orgulhoso e outros que se sentem envergonhado de ter um representante gay no BBB 10, (como se deixou claro hoje no programa do Militão na CNT). Mas já no primeiro dia a direção do BBB, começou discriminando os participantes ao separar os grupos para disputar a liderança da casa e imunidade, dividindo os participantes claramente escolhidos pela opção sexual, nível cultural, etc.
Enfim, aqueles que gostam assistam quem não gosta não assista e ponto! Quem assiste que elogie ou critique, entrem na discussão ou até, sintam-se a vontade. Eu particularmente não sou fan de carteirinha, mas gosto de “dar uma espiadinha,” nas mulheres, desfilando corpos esculturais, mostrando que a preferência nacional ainda é a mesma. BBB tem quem goste, tem quem não goste, e neste ano tem até pra quem nunca assistiu, e pra todas as preferências.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Mal Educada!

Fui à lotérica naquele shopping fechado há muito tempo, fazer uma fezinha pra ver se a coisa muda, (ou pra ainda ter esperança). Peguei uma senha e fui riscar uns números, enquanto aguardava a minha vez. Havia em torno de dez pessoas na minha frente, enquanto esperava já uns bons quinze minutos, chegou uma senhorita ou senhora alta, bonita bem vestida, com um boleto na mão, pegou a senha e ficou por ali aguardando a vez, teria uns cinco a sua frente.
Um calor naquela sala um só ventilador, aguardavam todos a sua vez de ser atendido. A "moçoila"(como diz nossa mãe Elza), aproveitou um pequeno intervalo da atendente e “pulou” no guichê como que fosse apenas fazer uma pergunta... Ledo engano a dondoca desrespeitosamente sacou o dinheiro com o boleto, e como se fosse a sua vez pagou sua conta sem ao menos ficar com vergonha (que não a tem, assim como a educação).
O murmurinho foi geral, a dondoca olhava de soslaio, mas agiu como se não fosse com ela. Furou a fila na maior cara de pau, e saiu como se tivesse feito uma doação a Santa Casa, de nariz empinado entrou num carrão e se foi embora. Dava pra ouvir o pensamento dela cantando um refrão conhecido: “to nem ai, to nem ai...” Educação é um privilegio de poucos, muitas vezes daqueles que nem diploma tem.

Escrever o quê?

Pediram-me pra escrever sobre a política local, sobre o abandono em que se encontra nossa cidade. Sobre o caos da saúde. Sobre os secretários que não fazem nada. Sobre o reveillon popular que não houve na praça. Sobre aquele que atirou em alguém no centro. Sobre um filho (menor) de um radialista que bateu de moto (sem documentos e cheia de multas) num carro na contra mão e o pai agora se recusa a pagar o estrago.
Pediram-me pra escrever sobre tudo isso aqui no meu Blog, mas eu não vou escrever não, deixo isso pra os sites Bocasanta, colunadoely, tvemacao, Ricardo Borges, Tribuna do Interior, etc. Eles que escrevam! Se quiserem, alias é o que mais estes sites escrevem e ninguém faz nada!
Não sou cientista politico, nem reporter policial. Eu é que não vou ser mais um...mas que ta acontecendo umas coisas esquisitas aqui em nossa cidade, a isso tá!!!!!

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

A Festa do Santo Reis


Tim Maia
Composição: Márcio Leonardo

Hoje é o dia de Santo Reis
Anda meio esquecido
Mas é o dia da festa
De Santo Reis

Hoje é o dia de Santo Reis
Anda meio esquisito
Mas é o dia da festa
De Santo Reis...

Eles chegam tocando
Sanfona e violão
Os pandeiros de fita
Carregam sempre na mão
Eles vão levando
Levando o que pode
Se deixar com eles
Eles levam até os bodes
...

É os bodes da gente
É os bodes, mééé
É os bodes da gente
É os bodes, mééé...

Hoje é o dia de Santo Reis
Hoje é o dia de Santo Reis
Hoje é o dia, hié! hié!
De Santo Reis
Hoje é o dia de Santo Reis
É o dia da festa, hié! hié!..

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Já é!

Já começou 2010! O que fazer? Nada! Ora bolas! Muitos já esqueceram as promessas feitas na hora da virada, e muitos ainda estão em festa, bebendo e comendo que nem um Paxá dos contos infantis. As lojas estão vazias de clientes e os bancos cheios de credores, cobrindo as contas dos exageros. E o Brasil, segundo reza a tradição, começa depois do carnaval. Pra mim começou, ou seja, ta tudo igual, não vi nada mudar! A sim...! A folinha lá na parede é nova!